O cara estranho ( Los Hermanos)

F#m    C#7                   F#m         A#º
Olha só, que cara estranho que chegou,
           Bm          E
parece não achar lugar,
                     F#m        C#7
no corpo em que Deus lhe encarnou.
               F#m        C#7
Tropeça a cada quarteirão,
                 F#m     A#º
não mede a força que já tem,
                  Bm      E
exibe à frente um coração,
                F#m       C#7
que não divide com ninguém.

                   D#º     D
Tem tudo sempre às suas mãos,
                   A    A#º
mas leva a cruz um pouco além,
                  Bm        E
talhando feito um artesão,
               F#m          C#7
a imagem de um rapaz de bem.

F#m    C#7                   F#m         A#º
Olha ali, quem tá pedindo aprovação,
                  Bm      E
não sabe nem pra onde ir,
                         F#m      C#7
se alguém não aponta a direção.

               F#m         C#7
Periga nunca se encontrar,
                   F#m         A#º
será que ele vai perceber,
                Bm      E
que foge sempre do lugar,
               F#m          C#7
deixando o ódio se esconder.

                 D#º     D
Talvez se nunca mais tentar
             A    A#º
viver o cara da tv
                  Bm      E
que vence a briga sem suar
                F#m       C#7
e ganha aplausos sem querer.

( F#m  C#7 ) (3x)
( F#m  A#º )

D
Faz parte desse jogo,

Bb                  G
dizer ao mundo todo,
          Gº             Bm    (riff 1)
que só conhece o seu quinhão ruim.

Em
É simples desse jeito,
A#º
quando se encolhe o peito
D                         G           F#m
e finge não haver competição.
Em       A
É a solução
            Em           A            G
de quem não quer perder aquilo que já tem
           F#               Bm     F#
e fecha a mão pro que há de vir.
Bm   F#
Ia, ia ia

(ponte)
( Bm   F# ) (3x)
( Bm   D#º )
( Em A ) (3x)
( Bm   F# ) (4x) Bm

D
Faz parte desse jogo,
Bb                  G
dizer ao mundo todo,
          Gº             Bm    (riff 1)
que só conhece o seu quinhão ruim.

Em
É simples desse jeito,
A#º
quando se encolhe o peito
D                         G           F#m
e finge não haver competição.
Em       A
É a solução
            Em           A            G
de quem não quer perder aquilo que já tem
           F#               Bm     F#
e fecha a mão pro que há de vir.

o cara estranho
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: