O mundo é um moinho. ( Cartola )

Com 15 anos Cartola era pedreiro. Para que o cimento não lhe caísse sobre os cabelos, resolveu passar a usar um chapéu-coco, que os colegas diziam parecer mais uma cartola. Daí, o apelido.

 
O mundo é um moinho

D#m7(5b)  E/D  C#m7  Cdim  Bm7  Bm4/7 E7/13  A6

 A7+   F#7  Bm7 Bm7/A
  Ainda é cedo amor
       E7/G#         E7      C#m7
Mal começastes a conhecer a  vida
          A/G           D/F#
Já anuncias a hora da partida
 Bm7      Bm7/A  E7/G#          C#m7(5b)
Sem saber mesmo o rumo que iras tomar

 F#7/5+           Bm7
 Preste atenção querida
 Bm7/A     E7/G#       E7    C#m7
 Embora eu saiba que estás  resolvida
  A                     A/G       D/F#
em cada esquina cai um pouco a sua vida
 Bm7      Bm7/A  E7/G#     Bbº      C#º
Em pouco tempo não serás mais o que  és

 D#m7(5b)
Ouça-me bem amor
         E/D                    C#m7
Preste atenção que o mundo é um moinho
       Cº                        Bm7
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
 E7  C#m7(5b)            F#7/5+
Vai reduzir as ilusões à pó

 D#m7(5b)
Preste atenção querida
        E/D                     C#m7
De cada amor tu herdarás só o cinismo
         Cº                           Bm7
Quando notares que estás à beira do abismo
 Bm4/7        E7/13          A6
 Abismo que cavastes a teus  pés
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: